Últimas Novidades

22 jul 2019

Arquitetura

Espaços de convivência valorizados
Arquitetura

Espaços de convivência valorizados

O arquiteto Pietro Terlizzi criou uma cobertura marcada pelo estilo industrial descolado

O fato de o duplex ficar no topo de uma torre de nove andares traz alguns benefícios, além da vista incrível da cidade. Com 160 m², encontra-se em um pavimento relativamente baixo, conquistando um ‘respiro’ visual e sonoro graças ao afastamento da rua e garantindo também um ar mais agradável. “Isso nos direcionou a criar um projeto onde os moradores pudessem ter uma área externa convidativa no segundo andar. É possível aproveitar melhor a paisagem e a tranquilidade do lugar”, diz o arquiteto Pietro Terlizzi, do escritório Pietro Terlizzi Arquitetura, responsável pela reforma.

Não por acaso, o andar superior – que antes era uma laje descoberta – abriga toda a área de lazer e diversão do apartamento. Composta por home theater, mesa de jantar, espaço gourmet com churrasqueira, deck, jardim vertical e ofurô, o local apresenta um partido industrial. O estilo foi trabalhado com dutos elétricos aparentes e revestimentos rústicos, mesclando tijolos, madeira e porcelanato com visual de cimento. A estrutura metálica, que cobre o home theater e a sala de jantar, traz blocos amarelos na parede, na porta e na marcenaria, combinados com as nuances de cinza. A mesa, desenhada pelo escritório de arquitetura, tem rodízios para se movimentar facilmente. Os cordões de luz e a galeria de quadros reforçam a atmosfera jovem e descolada.

Foto: Guilherme Pucci/divulgação

Publicações Relacionadas