Últimas Novidades

Tendência

Neo mint: o equilíbrio entre natureza e tecnologia
Tendência

Neo mint: o equilíbrio entre natureza e tecnologia

Com um toque tecnológico e futurista, a cor de 2020 representa a perfeita harmonia entre natureza e ciência – cada dia mais essencial para uma vida equilibrada no mundo contemporâneo – e promete invadir a decoração no próximo ano.

A atriz Karina Bacchi com seu filho, Enrico, no pergolado com peças neo mint (Foto: Fabio Cerati/divulgação)

Pura. Suave. Contemporânea. Com características que simbolizam não somente uma tonalidade, mas um desejo coletivo por equilíbrio, a cor neo mint traduz um movimento de reconexão com a natureza e um salto para o futuro. Aposta do Worth Global Style Network (WGSN) para o próximo ano, a matiz já pode ser vista em propostas arquitetônicas e de interiores, mas deve aparecer ainda mais em 2020.

Anualmente, o WGSN divulga as tendências para o ano seguinte. A pesquisa foi baseada no comportamento da sociedade no período, que representa um pico de inovação e tecnologia na ciência. A escolha leva em consideração os eventos do próximo ano, como os Jogos Olímpicos de Tóquio, que mostrarão a influência da inteligência artificial nas avaliações dos atletas; o lançamento de um novo programa da NASA, que vai definir se Marte é habitável para seres humanos; e a construção do prédio mais alto do mundo, o Jeddah Tower, na Arábia Saudita.

O neo mint e o design contemporâneo andam lado a lado. Por isso, peças que harmonizam o estilo e a tonalidade são naturalmente marcantes (Foto: Pinterest/divulgação)

Esses marcos históricos mostram a incorporação da tecnologia ao cotidiano – movimento que estende-se ao universo da arquitetura e do design de interiores. “Há anos, imaginamos a vida em 2020, e agora o mundo da tecnologia e da ciência está transformando esses sonhos em realidade”, celebra a diretora de cores do WGSN, Jane Monnington Boddy.

Cor do equilíbrio

“A ascensão do mint no décor reflete a necessidade e a urgência das pessoas pela busca por conexão com a natureza. Em meio a um mundo cada vez mais cheio de informações e tecnologia, surge este contraponto que deseja paz e tranquilidade”, acredita o arquiteto Antônio Medeiros, do StudioVert Arquitetura. Nos projetos que assina com a sócia, a arquiteta Roberta Feijó, Antônio procura usar o verde de alguma forma, nas paredes, nos tecidos, nas plantas ou no mobiliário – como neste apartamento criado para um cliente que se mudou em busca de mais proximidade com a natureza. A definição do mood board partiu desse desejo de reconexão – atmosfera proporcionada pelo neo mint na decoração, principalmente no mobiliário da cozinha.

No mobiliário, o neo mint cria uma base marcante, que pode ser harmonizada com tons amadeirados ou claros, como off-white e cimento (Foto: Mariana Boro/divulgação)

Em um mundo marcado pela presença do universo digital no cotidiano, a neo mint surge como um contraponto, simbolizando paz e tranquilidade. “A cor é suave, refrescante e representa perfeitamente a conscientização de maior contato com a natureza. Achamos legal usar em todos os ambientes, porém com cuidado, pois é uma cor com personalidade e o excesso pode ficar ‘over’. Utilizamos a neo mint com uma paleta clara e materiais rústicos, como madeira e fibras. A combinação de materiais artesanais com a cor dá um toque especial ao projeto e traz um clima aconchegante e descontraído ao décor”, explica Antônio.

Naturalmente marcante, o neo mint cria um contraste interessante com branco e preto, e pode ser usado em propostas de diferentes estilos – do clássico ao contemporâneo (Foto: Pinterest/divulgação)

Estímulo à criatividade

A elaboração de um projeto para um estúdio de arte deve ter como ponto de partida o estímulo à criatividade – e para isso, nada como uma cor que é sinônimo de vivacidade, como o neo mint. Assim é a Oficina do Artista, espaço de 110 metros quadrados assinado por Guido Ramos, Anna Fernandes e Marcelo Bezerril, do escritório GAM Arquitetos. No projeto, a tonalidade aparece em toda a extensão do piso, quebrando a hegemonia do concreto no ambiente com inspiração industrial.

A tonalidade cria uma conexão com a natureza ao mesmo tempo
em que confere ares de contemporaneidade aos espaços (Foto: Rodrigo Melo/divulgação)

Feito de madeira pinus, o piso recebeu tonalizante para alcançar a cor de 2020. “Misturamos tons de azul e verde para chegar ao tom desejado. Queríamos um material simples, de fácil acesso e de baixo impacto ambiental, que trouxesse rusticidade ao ambiente. Preservamos os traços da madeira, mantendo-a o mais natural possível. Por isso, a pintura foi feita de forma criteriosa para deixar os veios da madeira à mostra”, explica Guido.

Conexão com a natureza

Em ambientes externos, o neo mint cria uma continuidade com a vegetação, evidenciando a inspiração nas nuances orgânicas da natureza, como neste projeto assinado pela designer Linda Cris Araújo, do Maraú Design Studio: o pergolado para a casa da apresentadora, atriz e modelo Karina Bacchi, em São Paulo. A proposta foi criar um ambiente com vida e cujas cores harmonizassem com o verde das plantas. “Apostamos num espaço que pode ser muito utilizado pela família e que também serve de cenário para os vídeos nos quais Karina entrevista suas convidadas”, explica Linda.

Karina Bacchi posa em espaço assinado pela designer de interiores Linda Cris Araújo: uma área que expressa a força da cor neo mint (Foto: Fabio Cerati/divulgação)

No projeto estão o balanço Kawai, lançamento da Tidelli, escolhido por sua versatilidade e beleza – explorando nuances de neo mint. “A ideia foi optar por um móvel que pode ser usado tanto para brincadeiras com o Enrico, filho de Karina, como para momentos de relaxamento. A poltrona Sedona é uma das minhas preferidas, tem um design lindo, vai bem em todos os ambientes e pode ser giratória, o que facilita bastante em espaços integrados”, conta a designer. “Já o tapete pixel é lúdico, prático e acolhe os móveis, dando uma sensação de conforto e bem-estar”.

Publicações Relacionadas