Últimas Novidades

Ambientes

Releituras dinâmicas
Foto: Claus W./Revista Sua Casa
Ambientes

Releituras dinâmicas

A história do clássico e do contemporâneo é reescrita através de peças que trazem novos significados a esses estilos. São produtos que honram o seu passado e mostram novos caminhos para propostas elegantes e funcionais. Levamos os profissionais Athos Peruzzolo, Daniele Carneiro e Carolina Munhoz Muntowski na Mellie Móveis para mostrar exemplares que são símbolo dessa tendência.

Foto: Claus W./Revista Sua Casa
Foto: Claus W./Revista Sua Casa
Foto: Claus W./Revista Sua Casa
Foto: Claus W./Revista Sua Casa
Foto: Claus W./Revista Sua Casa
Foto: Claus W./Revista Sua Casa

Arquitetos, decoradores e designers de interiores são praticamente unânimes em afirmar que os clientes estão mais atentos à estética, ergonomia e função das peças. Afinal, quanto mais inseridos estão no universo da decoração, mais tendem a querer aplicar seus conhecimentos. Isso leva a um novo estilo de morar, no qual a personalização de ambientes se torna cada vez mais presente. Nesse sentido, novas formas vão surgindo e o mobiliário é redesenhado, a fim de colaborar com os novos comportamentos e hábitos. Os produtos então exploram desenhos diferenciados, que transcendem conceitos convencionais de estilos como o clássico e o contemporâneo. Por isso, ganham traços que mesclam referências tanto de um quanto de outro, e ressaltam a importância e o poder do design autoral – a cada dia mais em alta.

Entretanto, não é exatamente uma tarefa fácil encontrar elementos que se adequem a esse novo momento. O motivo é que tudo demanda estudos aprofundados sobre formas, funções e suas conexões com o lar. A Mellie Móveis, de Itapema, elaborou um portfólio cuja seleção apresenta peças decorativas dentro dessa tendência. Levamos então profissionais renomados até a loja para mostrar suas preferências. Assim, Athos Peruzzolo, Daniele Carneiro e Carolina Munhoz Muntowski interagiram com itens versáteis, refinados e elegantes. Eles trazem nas próximas páginas o que pode ser considerado como um belo futuro promissor no décor.

A arquiteta Carolina Munhoz Muntowski é do tipo que valoriza o charme e a funcionalidade. Nesta composição, ela trouxe peças que encantam pelo bom gosto e versatilidade. Um exemplo é o buffet em laca preta, assinado pelo designer espanhol Victor Angueira. Seguindo as tendências de Milão, o móvel mostra muita leveza através das linhas retas. Em contraponto com essa singularidade, há o quadro Golden Tones, concebido pela artista australiana Nicole Wells – que utiliza uma técnica de impressão em vidro. “A utilização da fotografia impressa fala direto na alma, comunica-se e impacta o observador”, complementa Carolina. Nicole Wells é uma referência na inovação do décor, e tem se tornado cada vez mais constante na ambientação dos espaços.

Forma e função precisam estar em harmonia para surpreender com mesclas inovadoras. Nesse contexto, as formas arredondadas se destacam, como na poltrona de Ramon Zancanaro. Seus traços arredondados e o luxo no detalhe de costura em matelassê conferem ao ambiente uma elegância mais acolhedora e menos racionalista. É marcante também a conexão do Carrinho Bar, de Paulo Sartori, com o sofá em couro Effect Gris na página ao lado. Linhas limpas e curvilíneas equilibram-se com o design reto e atemporal do estofado – dentro de uma proposta aconchegante e refinada.

Para Carolina Munhoz Muntowski, tendência e moda na arquitetura é estar em sintonia com as necessidades dos usuários. Para representar essa ótica de versatilidade, ela escolheu este sofá, que possibilita múltiplas combinações. “Seus módulos podem ser adaptados a diferentes cenários arquitetônicos”, afirma a profissional. Possibilita, assim, a integração de espaços e a ampliação do convívio através do formato – que “libera” o uso pelos dois lados da peça. Compondo com essa multifuncionalidade, ela utilizou as mesas de centro com cantos arredondados, com tamponamento de mármore, laca fosca e pés em ferro. “Ficou muito harmônico, repleto de praticidade de requinte”, ressalta.

Daniele Carneiro e Athos Peruzzolo possuem uma linha contemporânea versátil, que lhes permite abranger todos os tipos de decoração. Eles mostram tal habilidade nesta composição, com destaque para as poltronas clássicas e a mesinha de centro em acrílico transparente e tons dourados. É uma peça com formas híbridas, que se encaixa muito bem em vários estilos. Os cachepôs possuem proporções generosas, e podem ser utilizados inclusive para setorizar ambientes. Suas linhas modernas são muito bem exploradas através de espelhos sextavados, que valorizam e refletem a decoração do ambiente.

As poltronas da página ao lado encantaram Dani e Athos por serem sóbrias na medida certa. Afinal, possuem um design que foge dos clichês sem exagerar na dose de ousadia. As cores também agradam aos profissionais. “É um tipo de cinza que usamos muito em nossos projetos”, comenta Dani. As peças ganham evidência em meio aos tons amadeirados dos ripados e do tapete de nuances marrons. Os profissionais estiveram na feira de Milão deste ano e presenciaram o surgimento de tendências que agora lançam mão em suas composições. A luminária acima é prova disso. Oferece um shape diferenciado com uma iluminação perfeita para conceber um décor urbano – no qual se insere a chaise contemporânea feita de couro, tecido e pés discretos, que fazem o móvel “flutuar”.

O acrílico surge novamente nesta mesa clássica, dando a ela uma atmosfera moderna com sua translucidez. Em um contraponto híbrido, que atua também como ponto de conexão, Athos e Dani propuseram cadeiras com tachas douradas, nas quais o encosto vazado compõe com a mesa. As nuances selecionadas mostram que “o clássico não precisa ser pesado, e o contemporâneo deve evitar ser leve demais”, nas palavras dos profissionais. Dessa maneira, existe uma releitura de ambas as partes, que mais do que nunca se conectam e provam ser tão únicas quanto complementares.

Publicações Relacionadas