Últimas Novidades

22 jul 2019

Eventos

Sala Cor de Pele propõe um novo olhar sobre o morar contemporâneo na CASACOR SC
Foto: Mariana Boro/divulgação
Eventos

Sala Cor de Pele propõe um novo olhar sobre o morar contemporâneo na CASACOR SC

Pedro Tessarollo e Jairo Lopes assinam espaço que explora as tonalidades da pele e faz convite à reaproximação

Para falar de afeto, o arquiteto Pedro Tessarollo e o designer de interiores Jairo Lopes mergulharam em suas próprias emoções. Esta busca de referências pessoais, entrelaçadas a importantes temas da sociedade contemporânea, se transformou na Sala Cor de Pele, um dos 24 ambientes da CASACOR Santa Catarina / Balneário Camboriú 2019. A maior mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas ocorre até o dia 18 de agosto na Casa Lago, no bairro Ariribá.

Foto: Mariana Boro/divulgação

Ao apostar nas tonalidades da pele como fio condutor do projeto do living — tonalidades essas entre as mais conhecidas (ou reconhecidas) no Brasil —, Pedro e Jairo deixaram de lado as tendências criando um ambiente recheado de memórias, tanto afetivas quanto do mobiliário. Mas nem por isso menos funcional, com propostas concretas de aplicação das ideias, ou sem proporcionar ao visitante a descoberta de uma seleta curadoria de obras de arte, ponto sempre elevado nos projetos da dupla.

“Em nosso processo de desenvolvimento, a gente tem uma tendência em pensar no uso real do espaço, não é apenas um discurso. Ele tem que ser aconchegante, se prestar ao seu papel real. O living é para receber, para conversar, é democrático. Criamos um bar onde todo mundo pode se apropriar e colocamos um sofá, em L, onde as pessoas sentam, literalmente, de frente umas para outras. É um ambiente de acolhimento”, revelam, em sintonia, os profissionais com atuação tanto no Litoral quanto no Oeste do Estado.

Foto: Mariana Boro/divulgação

Um dos destaques do ambiente, a estante revestida com nichos de diferentes formatos e uma disposição nada usual dos livros reforça a cenografia afetiva da Sala Cor de Pele. Para alongar o ambiente, eles fizeram opções certeiras ajustando a horizontalidade e as linhas retas — preste atenção no teto e suas formas — do mobiliário.

E está na curadoria de arte um dos trunfos dos profissionais para reforçar o conceito do espaço criado. Com uma intensa pesquisa país afora, eles selecionaram, entre fotografias, cerâmicas, instalações e até mesmo nos títulos das publicações dispostas no living, nomes consagrados e em ascensão como Paulo Otávio, Melissa Warwick, Pedro Índio Negro, Renato Dib, Hanna Englund e Vinicius Batista, entre outros. Como principal característica, os artistas visuais são reconhecidos por suas narrativas de valorização das diferenças.

Veja a galeria de fotos da Sala Cor de Pele:

1/16
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação

Publicações Relacionadas