Tem que ser marcante

Arquitetos, decoradores e designers de interiores são quase unânimes em dizer que a sala de jantar deve destacar-se no projeto de interiores. Para tanto, o espaço pede um layout que se destaque.

A arquiteta Graziele de Souza, de Tubarão, acostumou-se a ouvir seus clientes pedirem salas de jantar que sejam peças-chave de seus lares. O motivo é que são os ambientes que servem de palco para os encontros com amigos e familiares, devendo então esbanjar funcionalidade e beleza. “Eles atribuem muito a palavra ‘sonho’ a esse espaço, pois querer viver ali ótimos momentos com entes queridos”, complementa Graziele.

Essa realidade mostra a evolução pela qual passaram os ambientes dos lares. Cada espaço parece ter ganho trabalho extra, como a sala de estar tendo a função de home theater também, por exemplo. No caso das salas de jantar, elas se tornaram o principal cômodo para receber visitas. Isso exige ainda mais perspicácia dos profissionais na hora de projetar, devido às exigências estéticas e funcionais.

É preciso haver uma preocupação maior do que em outros espaços usados apenas pelos moradores. Seja qual for a frequência de utilização, os móveis devem ser resistentes, práticos e aconchegantes, com tapete de fácil manutenção e, se houver espaço, ter um buffet para guardar as louças e servir de apoio – tudo para conferir à composição a versatilidade necessária.

Quanto à decoração, experimentar diferentes combinações de materiais e texturas pode ser o caminho para conquistar um décor criativo e que esteja de acordo com o perfil dos moradores. A escolha da mesa, por exemplo, deve seguir sempre essa premissa, já que é o principal móvel da sala de jantar. Isso guia inclusive a seleção dos materiais, como vidro, madeira, metal ou Corian, já que estão diretamente ligados ao gosto dos proprietários. O mesmo vale para cadeiras, que podem exibir inúmeros formatos e revestimentos. Sejam quais forem as escolhas, é o tipo de ambiente que nunca para de evoluir. O próprio nome já começa a ser questionado, já que abriga diferentes refeições, de lanches rápidos a almoços maiores – refletindo bem as diferentes dinâmicas de uso do lugar onde se mora.