Últimas Novidades

26 nov 2021

PROJETOS

Aquele abraço
Foto: Eduardo Macarios
PROJETOS

Aquele abraço

Famosos pelo acolhimento incomparável, a madeira e o couro são alguns dos protagonistas deste apartamento. Assinado por Mauricio Melara, o imóvel foi totalmente reformado, além de contar com design assinado e referências modernistas.

Foto: Eduardo Macarios

Um presente da natureza, a madeira é tão antiga quanto a própria História. Adaptando-se às sete artes à sua maneira, o elemento ganhou protagonismo em uma delas em particular: a arquitetura. Telhados, brises, pergolados e outros tantos componentes nascem dela, assim como os projetos de marcenaria, os móveis soltos e até elementos decorativos: não há limites para a sua versatilidade.

No projeto assinado por Mauricio Melara em Curitiba, o material não é protagonista apenas por estar no chão em Tauari da área social e nos icônicos móveis assinados, mas pela força que sua tonalidade carrega e na sensação que só a madeira transmite. A cartela de cores é como um abraço aos moradores do apartamento igualmente sofisticado, moderno e urbano.

Foto: Eduardo Macarios

O imóvel, localizado em um edifício da década de 1960, foi reformado por completo — incluindo a parte elétrica, hidráulica, a troca de revestimentos e o layout. Na nova premissa, o arquiteto integrou os principais ambientes e desenvolveu uma monocromia de tons sóbrios, onde o marrom é contrastado pelo preto em uma proposta despojada. Na sala de estar, a escultura desenhada pelo escritório dialoga com as demais obras de designers consagrados eleitos para o projeto.

Foto: Eduardo Macarios

A linearidade particular do estilo modernista preenche a área social, principalmente no espaço da biblioteca com os perfis de alumínio Cinex na cor preta que a delimitam. Para o proprietário desfrutar de uma boa leitura, a memorável cadeira Red and Blue, de Gerrit Rietveld, foi escolhida para o ambiente: o móvel, desenhado em 1917, é um ícone do design mundial pelas suas dimensões diferenciadas que mesclam referências ao cubismo e à arte abstrata. O espaço também recebeu um mosaico colorido, assinado por Bea Pereira e por Mauricio, uma estante em marcenaria para os títulos preferidos e uma costela-de-adão.

Foto: Eduardo Macarios

PONTOS-CHAVE:

• “Uma luz da tarde”: foi este momento intenso do dia que inspirou a definição da cartela de cores monocromática. Como o living é alocado ao norte, a iluminação solar é abrangente e foi valorizada com a janela de 10 metros de comprimento.

Foto: Eduardo Macarios

• Os sofás de couro no tom whisky e a cadeira Mole, assinada por Sergio Rodrigues, são alguns dos responsáveis pelo conforto do living. Criada por Jader Almeida, a mesa de centro Garden recebeu outros livros e revistas da família.

• O painel da televisão, que estende-se ao restante da área, contribui para o aconchego que vem do piso, ambos executados com a madeira Tauari. No espaço, o aparador, as mesas de apoio e a luminárias reforçam o charme da composição moderna.

Foto: Eduardo Macarios

Em Mámore Branco Paraná, a mesa circular deixa o layout mais fluido e requintado. Em consonância, as cadeiras Tiss são uma criação de Zanini de Zanine e exibem a contemporaneidade típica do designer. O projeto recebeu elementos escultóricos e assinaturas que se destacam, como a luminária Cluster Lamp, de Joel Degermark. Para separar a área da cozinha, o arquiteto planejou uma divisória metálica com vidro que deixam os espaços conectados, mas mantém a sua privacidade

Foto: Eduardo Macarios

Para brindar à vida, o bar possui um projeto de marcenaria diferenciado: o painel em madeira pode ser fechado para que as bebidas fiquem camufladas por ele. O espaço possui toques rústicos e uma cartela de cores que se equilibra graças à escolha pela pedra Giallo da bancada e pelas banquetas de couro da Doimo.

Foto: Eduardo Macarios

A autenticidade do ambiente gastronômico nasce das escolhas personalizadas, como a mesa em metal com tampo em mosaico de azulejos da década de 1970. A atmosfera retrô permanece por meio das luminárias antigas e pela dupla de cadeiras de 1960 fornecidas pela Móveis Cimo. As paredes em tom singelo de azul trazem toques românticos e combinam com os móveis em freijó.

Foto: Eduardo Macarios

Para contrastar com os elementos rústicos, os eletrodomésticos em preto adicionam modernidade à cozinha do apartamento.

Foto: Eduardo Macarios

Além das extensas bancadas que agregam funcionalidade, os revestimentos coloridos se integram à estética dos móveis concebidos em madeira freijó e vidro martelado.

Foto: Eduardo Macarios

Refúgio no cotidiano do proprietário, a suíte master extrapola os níveis de aconchego. Com iluminação solar, elementos em couro e diferentes composições em madeira, a área íntima acolhe com personalidade.

Foto: Eduardo Macarios

A banheira imprime relaxamento, com um biombo que permite que o morador contemple a cidade nos momentos de descanso.

Foto: Eduardo Macarios

DETALHANDO

1. Ao lado da cozinha, espaço para desfrutar as boas refeições não falta! Há também cadeiras escolares para os bate-papos, bancadas e uma horta para cultivar flores e temperos.

Foto: Eduardo Macarios

2. Com atmosfera vintage, a mesa de trabalho do home office foi reestruturada: antes,
ela era um pé de máquina de costura da década de 1940. No ambiente, a tela é de
autoria do arquiteto responsável pelo projeto.

Foto: Eduardo Macarios

Publicações Relacionadas