Últimas Novidades

16 abr 2021

DECORAÇÃO

Arte do encontro: espaços gourmet para todos os estilos
DECORAÇÃO

Arte do encontro: espaços gourmet para todos os estilos

Para quem tem alma de bon vivant, espaços gourmet são indispensáveis em nome de grandes encontros que valorizam as relações e a gastronomia.

Cânone da música popular brasileira, a canção “Samba da Benção” traz o verso “a vida é a arte do encontro” eternizado na voz do gênio Vinícius de Moraes. Na arquitetura de interiores, os espaços são projetados para ser o pano de fundo dessas cenas marcantes do cotidiano, que se tornam inesquecíveis graças à conexão com o outro. Quem não lembra do cenário do seu primeiro beijo ou do momento em que conheceu um grande amigo?

Além de ficarem gravados na memória, os locais influenciam nas relações – nesse sentido, criar propostas provocativas e funcionais é a chave para viver grandes histórias, especialmente em ambientes que valorizam os encontros, como espaços gourmet. Feita para estimular a convivência, a área é indispensável para quem ama ter a presença de amigos e da família em casa. Por isso, tudo que envolve a organização para o bem receber precisa fazer parte do projeto – começando pela gastronomia. Dos espaços de armazenamento e preparação das refeições à mesa que reúne os convidados, todos os elementos que compõem o local precisam ser práticos e agradáveis.

Resistência também é característica fundamental, o que torna a escolha de materiais uma etapa determinante no processo de criação, assim como a decoração, que inspira e estimula a convivência de jeitos singulares. O que não faltam são estilos para anfitriãs e anfitriões que apreciam boas companhias na hora de saborear pratos e drinks.

IDEA ARQUITETURA

“Por serem espaços feitos visando a convivência, as áreas gourmet têm uma vibração única na casa”, acredita o arquiteto Daniel Romanelli, do escritório IDEA Arquitetura. Na hora de tirar o projeto do papel, a equipe, que conta ainda com as arquitetas Marizete Ceriolli e Karine da Silva, procura usar materiais duradouros, além de tons escuros na parte inferior dos armários, tornando a manutenção mais fácil. Laca, melamina e vidro nos armários, além de pedras sintéticas ou naturais resinadas e com pouca porosidade nas bancadas, são materiais que estão sempre presentes nas propostas, garantindo alta performance no dia a dia e em ocasiões especiais — sempre sob a luz natural valorizada nas composições.

No ambiente assinado pelo trio, a irreverência da padronagem, com cores e texturas que são tendências na decoração, roubam a cena. “Optamos por um piso de cimento queimado em tons de azul escuro, quase marinho, e pedras na cor preta”, explicam. O mobiliário conta com vários armários e uma ilha central logo na frente da churrasqueira, acomodando, também, o fogão e banquetas mais altas para que todos possam sentar para interagir enquanto cozinham.

Com um drink na mão, os pratos sendo preparados e o papo a mil, é fundamental garantir uma boa circulação. Layout, então, é palavra-chave no ambiente, assim como a disposição de eletrodomésticos, como explica o arquiteto Daniel Romanelli. “Quando pensamos neste projeto, a ideia foi construir o térreo como uma grande sala sem pilares, onde espaço gourmet, TV, lareira, jantar, hall de entrada e escadas estivessem integrados. Nesse processo, permitidos que a luz natural invadisse o local, que é o coração da casa”, revela. O ambiente conta com uma lareira central e fogão campeiro, além de ter acesso à piscina – uma combinação que oferece aos moradores e visitantes um universo de possibilidades durante seus encontros.

ANDREZA SOETHE SCHLICKMANN

A área gourmet assinada pela arquiteta Andreza Soethe Schlickmann se destaca pelos contrastes: luz e sombra, claro e escuro, rústico e sofisticado, familiar e intimista — contrapontos entre os elementos da composição que tornam o ambiente envolvente e multifuncional. A dualidade é marcante na combinação de materiais quentes, como a pedra ferro e a madeira, com a sobriedade do preto e do cinza — tudo arrematado por uma iluminação cênica e aconchegante.

À beira da piscina, funciona como ambiente de transição entre interno e externo, tanto para encontros familiares e festas durante o dia, quanto para encontros mais intimistas entre amigos durante a noite. “O espaço proporciona variadas possibilidades gastronômicas, pois conta com cooktop, churrasqueira, forno de pizza e fogão à lenha”, descreve a arquiteta. Ao entrar, o destaque fica por conta da bancada, onde os elementos-chave se encontram. Logo, o olhar é levado à área de jogos, que conta com adega refrigerada, cervejeiras e uma coleção de bebidas.

MARISTELA CACHINSKI

A arquiteta Maristela Cachinski acredita que o segredo para garantir dinamismo em espaços gourmet é torná-los práticos para “descomplicar a vida”. “Hoje em dia, somente trazemos para dentro de nossas casas pessoas muito íntimas e queridas. Então, por que ter uma cozinha e uma sala de jantar? Por que não otimizar espaços, quebrar barreiras e ter em sua casa um espaço único e moderno?”, questiona.

O projeto elaborado pelo escritório surgiu da necessidade do morador de ter um espaço para receber os amigos, com estrutura para que ele pudesse cozinhar para quem ama. A ilha central, então, se tornou protagonista, com bancada alta no estilo bar, chopeira, adega para vinhos brancos e espumantes — os preferidos da família — e uma pequena cuba de apoio. No teto, um suporte em aço de construção e fixo no teto de madeira exibe as taças. Do lado de fora, o degustar se estende pela piscina com revestimento sóbrio, remetendo a um rio, com cadeiras, mesas e espreguiçadeiras, que proporcionam conforto ao projeto permeado por cimento queimado, madeira natural e porcelanatos resistentes.

MAURÍCIO CRHISTEN

Pensar em um bom projeto social, com design e investimento na área comum é uma mudança que veio para ficar, de acordo com o arquiteto Maurício Christen. Esse novo jeito de conviver surgiu da crescente opção de morar com amigos, para o profissional, “uma tendência que não deve retroceder e que vai mudar os empreendimentos no futuro”. Nesse contexto, os espaços gourmet devem receber atenção especial na hora de projetar.

A proposta assinada pelo escritório explorou uma estética sóbria, com tons neutros e curingas para ser palco de diferentes eventos. “O empreendimento conta com este espaço e um salão de festas. Como segunda opção para receber amigos e familiares, imaginamos um local mais íntimo, com menos lugares e um estilo mais masculino”, explica Maurício.

CASA DE PROJETOS

O ponto principal da área gourmet criada pelo escritório Casa de Projetos foi a integração dos ambientes: sala de TV, cozinha, estar e jantar. Para atender o desejo da família, foram feitas alterações na planta do apartamento: as paredes deram lugar ao mobiliário, que cumpriu seu objetivo com muita leveza e harmonia. O sofá com assentos para os dois lados e a ilha reforçam a premissa do projeto, estimulando a permanência e a integração entre os ambientes.

“É o espaço em que cliente precisa ter acesso a tudo que mais gosta. Se é um apreciador de vinho, a adega é fundamental. Se a preferência for por cervejas, optamos por uma chopeira”, sugere o head de projetos e gestão de obras Rafael Dias, responsável pela proposta, que acredita que não há fórmula na concepção desse tipo de ambiente. “Procuramos manter uma base neutra e explorar toques de cor na decoração. Assim, os moradores têm mais liberdade na hora de recepcionar”.

STUDIO DELAI

Gastronômos amam colocar a mão na massa, literalmente. Transitando entre culinárias de diferentes países, degustando bons rótulos ou preparando os clássicos, quem ama comer e beber bem valoriza os espaços gourmet como ninguém. É assim a paixão dos moradores dessa casa assinada pelo essa Studio Delai Arquitetos, o que fez com que o projeto priorizasse os elementos relacionados a esse universo, como churrasqueira, um fogão especial e um forno elétrico grande, que possibilitam a cocção de diversos tipos de pratos.

Como cozinhar é um ato de carinho, a atmosfera da proposta foi feita visando o acolhimento, com materiais como madeira e decorações afetivas. “O espaço gourmet permite elementos que não se veria em uma cozinha tradicional, como uma bancada sofisticada e um acabamento elaborado, por não sofrer o desgaste do dia a dia”, sugere o arquiteto Tiago Delai. Cores mais neutras, quadros pelas paredes, bancadas em diferentes tamanhos e alturas — o que vale é a criatividade que, atrelada com o conforto, contribua para a permanência e utilização do espaço.

THAYANE SANTANA

A leveza que delineia a proposta assinada pela arquiteta Thayane Santana inspira o bem receber. Da escolha por materiais naturais, como a madeira e a pedra, à paleta de cores claras que permmite liberdade na hora de decorar, o projeto é sinônimo de sofisticação. Em cima da bancada, a horta facilita a preparação dos pratos ao mesmo tempo em que quebra a base monocromática e agrega ao local a beleza orgânica da natureza.

A estética clean é alcançada graças ao painel em madeira, que recebe todos os eletrodomésticos do ambiente. Na adega climatizada, os rótulos mantêm-se na temperatura ideal para o brinde dos anfitriões e dos convidados. Cênica, a iluminação em tons quentes garante a atmosfera acolhedora que o espaço exige.

ZUCKI BELLINCANTA

O ambiente projetado pelo escritório Zucki Bellincanta Arquitetos é uma releitura contemporânea do conceito de pub. Nele, os objetos de decoração vintage combinados com os tons escuros dos couros e do cimento queimado transportam para a atmosfera dos legítimos bares irlandeses. Na soma de possibilidades, como a sinuca e a cozinha gourmet, os espaços de interação imprimem uma vibração única.

Para a arquiteta Eduarda Zucki, o chef precisa estar bem posicionado para que consiga interagir com o todo. Já espaço de jantar ou refeição deve sempre valorizar a atemporalidade, além de ser capaz de possibilitar diversos layouts, como nessa proposta, que recebe um clube da cerveja ocasionalmente.

ANA PAULA RONCHI

Total white com dualidades marcantes. Assim é o projeto da arquiteta Ana Paula Ronchi, elaborado para um imóvel de grandes proporções. O escritório ousou com uma proposta permeada por intervenções nada menos do que majestosas, como a árvore plantada no hall de entrada, valorizando a vegetação e revelando, logo na entrada, a grandiosidade da casa.

No espaço gourmet, a bancada foi feita com diamond stone e MDF fresno negro – nuances ousadas, que contrastam com o piso e as banquetas em tons claros. Para deixar o ambiente clean e funcional, a arquiteta criou um sistema de churrasqueira com porta deslizante de correr, que esconde a estrutura, quando necessário.

MARIANA PESCA

Criação da arquiteta Mariana Pesca, este espaço gourmet foi inspirado em cozinhas italianas monolíticas de pedra. Além da estética marmorizada dos materiais, o escritório prezou pela funcionalidade e praticidade, mostrando a versatilidade dos materiais sintéticos. O resultado: dekton do piso ao teto, com armários e portas revestidos com o mesmo material. Já bancadas de apoio e de permanência seguiram o mimetismo estético de mármores especiais.

A definição do layout foi determinante para criar a atmosfera e oferecer, a partir da composição espacial, a possibilidade de otimizar a interação entre as pessoas. Da bancada em ilha, que une a área de preparo – com cooktop, forno e frigobar – às banquetas, a proposta proporciona a configuração ideal para que a experiência de cozinhar para família e amigos se torne um momento agregador. Não há barreiras entre quem prepara e quem acompanha, permitindo conversar e compartilhar.

MARCELO SALUM

O espaço gourmet está inserido no social, por isso, precisa compor com os outros cômodos que fazem parte dessa área, como a sala estar. A dica é do arquiteto Marcelo Salum, que assina o projeto desta casa: “Procuro buscar os mesmos elementos do ambiente social para compor esse tipo de projeto, valorizando características que fazem parte dos encontros, como gastronomia e interação com os amigos, e optando por materiais com resistência e durabilidade próprias”.

Para Marcelo Salum, o elemento-chave é a ilha, uma peça essencialmente central que, além de reunir os convidados, pode receber a área de cocção — um layout que proporciona integração. No ambiente projetado pelo escritório, a bancada mistura dois tipos de materiais: na parte de preparação, uma pedra em tonalidades claras que recebe o cooktop; na mesa, tons amadeirados criam um contraste que agrega estilo à composição.

Além das amplas aberturas que enaltecem a proposta, tornando-a ainda mais convidativa, o ambiente se destaca pela escolha dos móveis, como as cadeiras azuis que unem conforto e irreverência ao espaço gourmet — características essenciais para o projeto.

PROGETTA STUDIO

A tecnologia é aliada na hora de compor ambientes com alta circulação e necessidades específicas, como áreas gourmet. Tanto na questão estética quanto funcional, os eletrodomésticos desempenham um papel importante que influencia no uso dos espaços, entre eles, a coifa de alta eficiência — para os arquitetos Allan Chierighini e Maria Graziella de Oliveira, do Progetta Studio, uma solução para quem considera indispensável uso de churrasqueiras.

Para apreciar a culinária, nada como a bebida de acompanhamento — especialmente, se estiver na temperatura perfeita. Adegas, cervejeiras e refrigeradores são imprescindíveis, assim como churrasqueiras mais modernas, como os modelos acesos com pedras vulcânicas, substituindo o carvão e evitando fumaça.

Um layout harmonioso com elementos inovadores foi a premissa do escritório Progetta Studio na concepção dos espaços gourmet. “Criamos composições elaboradas, tanto na parte técnica, com soluções que oportunizem a circulação, o conforto e o espaço, quanto pela parte estética a fim surpreender os convidados, estimular o dia a dia dos moradores e permitir mais diversidade de usos”, explica Allan.

HENRIQUE LIMA

Eventos que reúnem um número alto de convidados têm particularidades que devem ser levadas em consideração na hora de criar o espaço gourmet, como neste projeto do arquiteto Henrique Lima. Feito para uso coletivo em um condomínio, o ambiente de foi concebido a partir de duas premissas: fluxo e ergonomia: “Projetamos espaços amplos de bancadas para atender os mais variados tipos de eventos, com nichos e armários de apoio para tudo que possa necessitar, aliando questões técnicas e estéticas”.

De acordo com o arquiteto, a característica mais importante para esse tipo de projeto compartilhado é atemporalidade. “Muitos elementos que surgem com os modismos logo desaparecem. Acredito que esse seja um detalhe que faz a diferença na utilização dos espaços”, avalia.

JOSÉ ROBERTO MENDES LEMOS

Por ser considerada o coração da casa, a cozinha gourmet está ganhando cada vez mais destaque, como no projeto deste apartamento assinado pelo arquiteto José Roberto Mendes Lemos. O uso do quartzo em todo corpo da ilha, em contraste com a bancada em madeira natural Itaúba, gera praticidade e aconchego no décor. Tão importante quanto o uso de materiais adequados para garantir funcionalidade e manutenção, o layout foi pensado para estimular a convivência no espaço.

A ilha, além de centralizar toda a parte de cocção e preparo dos pratos, define de forma clara e organizada a circulação. “Para a cozinha gourmet funcionar perfeitamente, não podemos esquecer dos equipamentos essenciais, como um fogão eficiente, uma torre de forno e micro-ondas e uma boa coifa para auxiliar em toda a sucção”, defende o arquiteto.

CS ARQUITETURA

No ambiente projetado pelas arquitetas Caroline Prá da Silva Thomé e Simone Fontana Luca Fabris, do escritório CS Arquitetura, o conceito aberto guia a proposta, com linhas retas, simples e materiais que buscam o estilo industrial contemporâneo. Os equipamentos modernos somam na beleza e facilitam na funcionalidade gourmet, que seguiu um layout prático com ilha ampla para preparação dos alimentos.

ESTÚDIO CRIATIVO

Elemento que emana aconchego com uma estética que ultrapassa os limites do tempo, a madeira é a protagonista desta área gourmet. Além de reformar a parte estrutural do projeto, a designer de interiores Joziane Marques Pavinato ampliou a área coberta, onde fica o espaço. “Como eles recebem muitos amigos e a família é grande, aumentamos a área e refizemos a cobertura com estrutura de madeira”, explica a profissional.

O revestimento da ilha em painel ripado imprime a estética acolhedora do local, assim como aumenta a sensação de amplitude com o design horizontal da madeira. Unanimidade nos projetos para esse tipo de ambiente, a iluminação em tons quentes colabora para a atmosfera de interação graças à temperatura que favorece o bem-estar.

Publicações Relacionadas