Últimas Novidades

03 dez 2020

DESIGN

DESIGN

Faça-se a luz

Beleza, funcionalidade e dualidade. A potência do elemento luz revela-se no design de iluminação.

A luz invade os espaços, realça os contornos e revela os detalhes que tornam os ambientes singulares. Fundamental para a vida, a arte, a fotografia e a arquitetura, a luz cria cenários e estimula comportamentos, irradiando tons quentes e frios que proporcionam diferentes sensações. Em propostas arquitetônicas e de interiores, os projetos luminotécnicos ditam as regras de convivência e guiam o olhar. Cabe aos profissionais a composição que una técnica e intuição para atender necessidades e traduzir desejos.

Folheado em ouro e com cristais de quartzo, o pendente atraiu o olhar do arquiteto Athos Peruzzolo e da designer Daniele Carneiro.
Folheado em ouro e com cristais de quartzo, o pendente atraiu o olhar do arquiteto Athos Peruzzolo e da designer Daniele Carneiro.
Assinada por Ana Neute para a Itens Collections, a peça atemporal escolhida pela arquiteta Deisi Priori é feita em latão polido.
Assinada por Ana Neute para a Itens Collections, a peça atemporal escolhida pela arquiteta Deisi Priori é feita em latão polido.
Na mira dos arquitetos Phillippe Siarcos e Ana Claudia Guerra, o pendente é folheado a ouro e contornado por cristais de rocha marroquina.
Na mira dos arquitetos Phillippe Siarcos e Ana Claudia Guerra, o pendente é folheado a ouro e contornado por cristais de rocha marroquina.
As arquitetas Maria Ondina Garcia e Eluize Mendes, do escritório GM Arquitetura e Interiores, valorizam a versatilidade da luminária de piso em aço inox, vidro soprado e base em concreto polimérico.
As arquitetas Maria Ondina Garcia e Eluize Mendes, do escritório GM Arquitetura e Interiores, valorizam a versatilidade da luminária de piso em aço inox, vidro soprado e base em concreto polimérico.

Essa curiosidade pela luz e todos os seus mistérios fez com que designers se dedicassem a criar peças que são verdadeiras obras de arte ao longo da história – como o italiano Achille Castiglioni, criador da icônica luminária Arco – e, ainda hoje, na contemporaneidade, inspira artistas do traço a conceberem itens nada menos do que extraordinários. Imersos cotidiamente nesse universo que conecta o belo com as pessoas por meio dos espaços que habitam, arquitetos e designers sabem, como ninguém, o potencial da luz aliada à decoração. Afinal, são deles as mentes que idealizam e as mãos que tecem os cenários que conhecemos e amamos.

Assinada pelo designer Henrique Steyer, o modelo em ônix com quartzo fumê foi eleito pela arquiteta Ariela de Pieri pela estética instigante e pela força energética da pedra.
Assinada pelo designer Henrique Steyer, o modelo em ônix com quartzo fumê foi eleito pela arquiteta Ariela de Pieri pela estética instigante e pela força energética da pedra.
A criação de Marta Manente para a Madelustre guiou a escolha das arquitetas Ana Luísa Alt Ferreira e Karoline Fiorelli, do escritório Oka Arquitetura, pelo conforto proporcionado pelas luzes difusas dos vidros soprados.
A criação de Marta Manente para a Madelustre guiou a escolha das arquitetas Ana Luísa Alt Ferreira e Karoline Fiorelli, do escritório Oka Arquitetura, pelo conforto proporcionado pelas luzes difusas dos vidros soprados.
A expressão italiana
A expressão italiana "dolce far nient" – a arte de fazer nada – foi a inspiração da designer Nádia Tomazelli Müller na escolha pela peça em latão escovado, de Ana Neute para Itens Collections.
A arquiteta Cristiana Salai e a designer Milene Rauch, do escritório Neohaus Arquitetura + Interiores, definem o pendente Mondo, da Helizart – peça feita à mão – como
A arquiteta Cristiana Salai e a designer Milene Rauch, do escritório Neohaus Arquitetura + Interiores, definem o pendente Mondo, da Helizart – peça feita à mão – como "um verdadeiro espetáculo de luzes".

Luz e sombra. Intimista e social. Interno e externo. A dualidade é intrínseca a tudo que nos cerca, inclusive quando o assunto é iluminação. Entre extremos, a busca pelo equilíbrio é a chave para a concepção de propostas diferenciadas. Parte elementar da arquitetura, o projeto luminotécnico pode ser composto de infinitas maneiras, explorando cores, formas, temperaturas, intensidades e estilos. Dos majestosos lustres que simbolizam a nobreza dos clássicos, com proporções generosas e volumetrias arrojadas, passando pelos moldes curvilíneos modernistas, até chegar na estética contemporânea que tem a leveza como esssência, a pluralidade de peças faz do design de iluminação um dos mais atraentes para criadores e consumidores.

Folheado a ouro e com camadas de bastões de selenita lapidada, o pendente Middleton, da Aver Metais, que encantou a arquiteta Daniele Mais, carrega a beleza de um design autêntico.
Folheado a ouro e com camadas de bastões de selenita lapidada, o pendente Middleton, da Aver Metais, que encantou a arquiteta Daniele Mais, carrega a beleza de um design autêntico.
As arquitetas Angélica Paz e Ana Raquel elegeram um modelo com caimento marcante, tons dourados e vidros leitosos.
As arquitetas Angélica Paz e Ana Raquel elegeram um modelo com caimento marcante, tons dourados e vidros leitosos.
O design provocante da peça da Aver Metais – folheada a ouro, com globos nas cores leitoso e âmbar – despertou a atenção da arquiteta Ana Wolf.
O design provocante da peça da Aver Metais – folheada a ouro, com globos nas cores leitoso e âmbar – despertou a atenção da arquiteta Ana Wolf.
Inspirada na joalheria, a peça escolhida pelo designer de interiores Jean Agustini tem traços arrojados, que ganham vida a partir de dois materiais: ferro forjado com pátina ouro e cúpula em algodão
Inspirada na joalheria, a peça escolhida pelo designer de interiores Jean Agustini tem traços arrojados, que ganham vida a partir de dois materiais: ferro forjado com pátina ouro e cúpula em algodão

No processo criativo do arquiteto Athos Peruzzolo e da designer Daniele Carneiro, a luz chega primeiro, fazendo jus à sua velocidade incomparável, como prova a física. “Uma dica importante é iniciar o projeto no momento da construção, pois assim há uma flexibilidade maior para mudanças, além de poder trabalhar junto com a luz natural dos ambientes, algo que valorizamos muito por aqui”, conta Athos. Além de somar a luminosidade do sol com a artificial, uma outra combinação é típica na elaboração do conjunto: o arranjo entre iluminação técnica e cênica, proporcionando a liberdade de trocar as características do ambiente para criar cenários de acordo com a ocasião. Assim, cada momento é vivido no cenário mais inspirador possível – do jantar a dois ao encontro com os amigos.

Publicações Relacionadas