Últimas Novidades

23 maio 2022

PROJETOS

PROJETOS

Essência revisitada, por BT Arquitetura

A valorização dos materiais em seu estado puro, com imperfeições que tornam cada elemento extraído da natureza um exemplar único, é a tônica deste projeto em Estância Velha, no Rio Grande do Sul.

Valorizar a beleza nas coisas imperfeitas. Este é o conceito de wabisabi, que remonta ao Japão do século 15 e encontra sua base nos ideais do zen-budismo. Entre seus preceitos estão a aceitação da impermanência, aspectos que dialogam com a arquitetura, especialmente no que diz respeito a materiais que dão vida aos elementos dos espaços que habitamos. No projeto assinado pelas arquitetas Betina Tessmann Schmidt e Isadora Clarimundo, do BT Arquitetura, a valorização da essência dos materiais é um dos pontos-chaves da composição.

Foto: Marcelo Donadussi

A assimetria proposital, que pode ser ilustrada principalmente em um dos quartos, atrai os olhares, assim como o equilíbrio entre a madeira e pedras naturais. “Temos uma assinatura bem forte entre ripados de madeira e mármore, da parede ao teto. Em cima de cada novo projeto, montamos um mood board de materiais e imagens”, conta o duo.

Foto: Marcelo Donadussi

Feita para uma família composta por um casal de empresários, seu filho de nove anos e a pet Cristal, a concepção da casa contou com alterações no layout, que originaram novos ambientes, como uma sala de vídeo-game e um closet. O resultado foi uma composição contemporânea, que valoriza o bem receber e a individualidade de cada morador.

Foto: Marcelo Donadussi

A irregularidade e o uso de materiais naturais, que enaltecem a beleza orgânica da natureza, se destacam na composição. Logo na entrada, a escada em degraus flutuantes e revestimento em miracema rouba a cena. Em contraste, está a Womb Chair, cadeira do ventre em tradução livre, um dos mais clássicos modelos assinados pelo designer de produtos Eero Saarinen.

Foto: Marcelo Donadussi

PONTOS-CHAVE:

• Um dos destaques da área social, a extensa cristaleira com bar em laca preta e portas de vidro armazena a louçaria da família, ornamentos e os rótulos preferidos para os momentos de descontração.

Foto: Marcelo Donadussi

• No espaço de jantar, a mesa em lâmina amêndoa, as cadeiras em tela e o pendente amadeirado mesclam tons terrosos, criando um cenário equilibrado e que emana conforto.

• Um dos requisitos para o local integrado com a área externa, onde família e convidados interagem nos eventos sociais, era a fluidez. Essa característica, junto à luminosidade natural que adentra o espaço graças às grandes aberturas, torna o cenário perfeito para o bem receber.

Foto: Marcelo Donadussi

Como bons gaúchos, os moradores e as arquitetas garantiram que a churrasqueira tivesse lugar de prestígio na cozinha gourmet. A estrutura foi construída com o mesmo material utilizado na subida da escada: pedra natural com miracema irregular. Este foi um ambiente requisitado pela moradora, que desejava uma ilha extensa para apoio ou preparo, com banquetas altas para o café da manhã.

Foto: Marcelo Donadussi

Para seguir a identidade visual de outros elementos, a bancada foi feita com Mármore Branco Paraná. No forro e no mobiliário, as Betina e Isadora optaram pela melamina amadeirada, com iluminação encaixada em forma de trilho.

Foto: Marcelo Donadussi

Autenticidade e estilo marcam a proposta da suíte do casal. No hall do dormitório, um rodapé alto em melamina amadeirada e iluminação indireta recebem os moradores, que queriam uma atmosfera leve para o refúgio particular.

Foto: Marcelo Donadussi

O grande protagonista do cenário é o painel que une pedra natural e madeira, com um encontro assimétrico que confere rusticidade ao cenário. Cada detalhe foi pensado criteriosamente, como os puxadores redondos desenvolvidos pelo escritório em laca dourada matte.

Foto: Marcelo Donadussi

O quarto do menino expressa a jovialidade do garoto, com prateleiras que exibem seus brinquedos, sem criar ruídos visuais. O objetivo foi criar um cenário com tons sóbrios, que acompanharão o crescimento do morador.

Foto: Marcelo Donadussi

No chão, o piso laminado em escama de peixe agrega estilo à proposta, junto à cama desenvolvida pelo escritório em melamina. “Usamos muito melamina por acreditar na durabilidade dela”, conta o duo.

Foto: Marcelo Donadussi

DETALHANDO

1. A assimetria proposital da parede da suíte do casal recebeu iluminação personalizada, que contorna o rasgo entre a pedra e a madeira.

Foto: Marcelo Donadussi

2. A obra da artista plástica Barbara Pandolfo, que pertence à coleção Águas do Mundo, foi eleita para o painel ripado da sala de jantar.

Foto: Marcelo Donadussi

3. O lavabo foi um objeto de paixão da cliente em uma mostra realizada pelas arquitetas dois anos antes. O desafio, então, foi trazê-lo para o projeto, o que se concretizou por meio do gesso, das paredes pintadas em verde e espelho orgânico, além da pedra natural, que é a protagonista do ambiente.

Foto: Marcelo Donadussi
Anterior

Essência revisitada, por BT Arquitetura

Publicações Relacionadas