Últimas Novidades

24 jun 2021

Destaques

Destaques

Lugar de boas lembranças por I+2 Arquitetura

Ousadia, praticidade e sofisticação marcam o projeto de interiores em Chapecó. Uma reforma sem obras que resultou em um layout reformulado, com atmosfera receptiva e aconchegante.

Com um passaporte repleto de carimbos e conhecimento de diferentes culturas, os proprietários deste duplex carregam consigo todas as referências para a criação do projeto. Buscando ambientes que se adaptassem à sua praticidade, o jovem casal recebeu espaços modernos e móveis multifuncionais, com bons e expressivos toques palacianos. A arquiteta Joana Cerutti Machado, amiga de longa data dos moradores, e a arquiteta Morgana Hammes Antonini, sócias no escritório i+2 Arquitetura, interpretaram a personalidade da família e saíram do óbvio. Nada do repetitivo estereótipo jovial é encontrado pela residência.

Foto: Grasi Mohr

No projeto perfeito para aqueles que preferem evitar grandes obras, a aposta foi em soluções de arquitetura e otimização de espaço. Tudo isso por causa de um pedido dos clientes, que queriam evitar quebra-quebra pela casa. Depois de revisar o layout e adicionar algumas alterações, como o fechamento de pontos de spots na sala de cinema e o aumento de rebaixo na suíte master, a composição dos ambientes ganhou o protagonismo.

Foto: Grasi Mohr

Na área social, a narrativa clássica-contemporânea ganha destaque: o mármore Nero Michelangelo, a lâmina de madeira natural e os elementos de tapeçaria são alguns dos responsáveis pela atmosfera clássica, enquanto a estrutura metálica no suporte dos vinhos, a iluminação da adega e a lareira ecológica proporcionam contemporaneidade. Já a aconchegante sala de vinhos foi inspirada nas grandes tabernas tradicionais, projetada para receber, sentar e desfrutar de uma boa conversa na companhia de bons rótulos.

Foto: Grasi Mohr

A sala de cinema é aquele ambiente para reunir a família, apreciar bons filmes, séries e relembrar as marcantes viagens ao redor do mundo. Com uma proposta diferente do restante do apartamento, o ambiente possui leveza e minimalismo no décor. O sofá Natuzzi, peça confortável e de estética apurada, foi primordial para a composição do ambiente.

Foto: Grasi Mohr

Para separar sala de cinema e a sala de vinhos, um painel em MDF e laca branca foi planejado entre os dois ambientes. Por isso, o climatizador, que anteriormente era encontrado nesse espaço, foi reposicionado em uma torre criativa com nichos iluminados.

PONTOS-CHAVE

• Um dos pontos altos do projeto, a bancada da cozinha e a cristaleira foram projetadas com a pedra Ônix retroiluminada. Exibindo requinte e modernidade, o material foi planejado para que sua manutenção seja feita de forma fácil e acessível.

Foto: Grasi Mohr

• Assim como os demais ambientes, a cozinha também conta com boas doses de praticidade. Na ilha, foram adicionados uma torre de tomadas e um carregador por indução, o que facilita o dia a dia dos moradores. Afinal, a vida hoje em dia é quase sempre online.

• Estratégias foram adotadas para facilitar o acesso ao projeto luminotécnico: a fonte da iluminação da bancada foi armazenada dentro do armário e a da cristaleira, dentro do gesso.

DETALHANDO

1. Dialogando com os outros cômodos do térreo, a cozinha contempla uma paleta de cores moderna, vários eletrodomésticos e puxadores sob medida.

Foto: Grasi Mohr

2. Como os proprietários adoram receber amigos e familiares, um espaço de chapelaria foi desenvolvido na sala de vinhos. Os ganchos foram adicionados nas ripas do painel, o que tornou o cantinho discreto e intimista.

Foto: Grasi Mohr

3. A madeira, presente na sala de vinhos, emite uma atmosfera de acolhimento e rusticidade. Além do espaço para armazenar os vinhos, dois armários com portas ripadas foram planejados para os rótulos especiais da casa.

Foto: Grasi Mohr

Outros ângulos do projeto:

Foto: Grasi Mohr
Foto: Grasi Mohr
Foto: Grasi Mohr
Foto: Grasi Mohr
Foto: Grasi Mohr
Foto: Grasi Mohr

Publicações Relacionadas