Últimas Novidades

22 set 2020

DECORAÇÃO

DECORAÇÃO

Receber com estilo: Mesa posta para Natal e Réveillon

Lugar de encontro, troca e sintonia, a mesa é onde a afetividade se manifesta na sua forma mais genuína. Das comidas preparadas com carinho ao vinho que aguça o paladar, tudo que envolve esse universo desperta os sentidos e propicia o cenário perfeito para o convívio. Para tornar esses momentos ainda mais marcantes, a arte da mesa posta surge como a cereja do bolo, especialmente nas ceias de Natal e Réveillon, que reúnem a família e os amigos para celebrar a vida.

Anfitriã apaixonada pelo bem receber, a consultora de etiqueta e mesa posta Janine Antunes cria composições que são pura inspiração. Suas criações passeiam com leveza entre o clássico e o contemporâneo, em propostas que exploram louças, talheres, prataria e arranjos de maneira sofisticada, ainda mais nas festas de fim de ano.

Para a ceia de Natal, a especialista opta pelo estilo tradicional e atemporal. “As cores que dominam a decoração nesta época, como vermelho, dourado e verde, devem ser exploradas da toalha de mesa aos arranjos. Como são associadas à data, as nuances criam naturalmente o clima natalino que a celebração exige”, explica. As estampas temáticas, com figuras que representam o Natal, são excelentes para guardanapos e acessórios menores e mais fáceis de guardar: “As peças que têm símbolos são usadas apenas uma vez por ano. Todos os outros dias, não saem do armário, ocupando um espaço que poderia armazenar outros itens. Por isso, as louças brancas e neutras são mais indicadas”. Adornos como sinos, bolas e laços também podem fazer parte dos arrajos, pois levam à mesa a atmosfera da data.

Na ceia de Ano Novo, a paleta de cores fica mais leve, com tons claros e metalizados. “As louças brancas combinam muito com a ocasião e podem ser contrastadas com talheres dourados com estilo rococó, por exemplo, em propostas mais clássicas”, explica. O branco, o ouro e o prata aparecem nos arranjos com toques de brilho, que são a cara do Réveillon, assim como jogos americanos ou toalhas com renda.

RESGATE DA TRADIÇÃO

Sentar à mesa para uma refeição e desfrutar de uma boa conversa, com olho no olho, é um hábito cada vez mais raro na correria do dia a dia. Afinal, passar mais de cinco minutos sem checar as redes sociais pode ser tarefa difícil para muitas pessoas. Para reverter esse cenário, uma bela composição, que envolva os convidados e estimule a permanência e a integração, pode ser uma ótima alternativa, já que uma mesa elaborada com capricho pode fazer esse papel de reaproximação. “A mesa posta resgata a família. Isso estava adormecido com a onda de fast food e com o uso excessivo da tecnologia. Nos últimos anos, surgiu essa vontade de resgatar a interação”, conta Janine, que acredita na mesa posta como uma cultura que vai além dos modismos. “Quem se acostuma a montar uma bela mesa nunca vai deixar de fazer isso. As ideias começam a surgir e a vontade de criar fica cada vez maior”, diz. Para quem ainda não possui um grande acervo, a especialista sugere que monte a coleção aos poucos, observando as necessidades da família, tanto no dia a dia quanto nos tipos de evento que organiza.

Os pequenos não precisam ficar de fora do jantar. Quem tem filhos pode investir em peças como taças de acrílico, que são seguras ao mesmo tempo em que integram a composição com elegância. Se a ocasião contar com mais crianças, a sugestão é montar uma mesa exclusiva para elas: “Nesse caso, é interessante brincar, incluindo decoração com presépio, Papai Noel e soldadinhos de chumbo, que eles adoram”.

Para Janine, mais do que qualquer regra, o que importa é o gosto e a intenção na hora de botar a mesa: “Elaborar uma mesa é mostrar amor aos seus convidados. Por isso, acredito que a mesa posta seja algo sagrado dentro de casa, pois usamos para tudo, do café da manhã ao jantar. Quando chamamos uma amiga para tomar um café ou um chá, é ao redor da mesa que sentamos. E não há nada mais especial do que isso”.

Publicações Relacionadas