Últimas Novidades

22 set 2020

PROJETOS

Refúgio sereno
PROJETOS

Refúgio sereno

Inspirados na paixão dos moradores por viagens, a cultura canadense e o Natal, o arquiteto Michel Hüning e o designer de interiores Jean Lorenzett criaram uma composição que esbanja aconchego em meio a peças que expressam a identidade dos moradores.

Conforto, leveza e funcionalidade são pontos-chaves deste duplex, onde mora uma família composta por um um casal e suas duas filhas. Com décor contemporâneo, o projeto assinado pelo arquiteto Michel Hüning e o designer de interiores Jean Lorenzett, do escritório Casa Sobrado Arquitetura + Interiores, conta sua história por meio das peças sutis de mármore Michelangelo, das camadas de tecidos leves que vestem a casa, das microtexturas com atmosfera aconchegante, dos tons neutros e sóbrios na marcenaria, da musicalidade do piano de cauda no pé-direito duplo e da palha tramada no mobiliário. Todos esses elementos em proporções harmônicas trazem a sensação de tranquilidade que um lar pede.

O mobiliário foi feito inteiramente do zero, com exceção de algumas peças de valor sentimental que os moradores trouxeram para o novo apartamento, como o quadro com moldura repaginada ao lado do sofá no living. Os profissionais desenharam várias peças soltas dos cômodos, como a penteadeira do quarto da filha mais velha, a mesa de jantar com pés em inox e pintura dourada, e os móveis soltos da suíte do casal, em formatos ovais e arredondados, com pés híbridos em metal forjado. “Gostamos sempre de criar peças para os clientes, pois isso torna os projetos únicos e sensíveis. Somos apaixonados pela marcenaria decorativa, que permite imprimir uma assinatura mais marcante em cada projeto”, conta Jean.

Nesse sentido, a valorização da essência dos materiais é uma marca dos projetos assinados pelo escritório. Na proposta, a natureza dos elementos aparece em todo o canto, do mobiliário às peças de decoração. “Somos defensores da verdade dos materiais, e gostamos muito de palha empregada na mobília, como no guarda-roupas da filha mais nova e no biombo em trama de palha na suíte do casal. O mármore traz a atemporalidade desse material, tão nobre que envelhece com dignidade. São todos elementos que fazem do apartamento um lugar tranquilo, com cara de lar, e que transmitem esse sentimento de querer estar presente”, explica Michel.

PONTOS-CHAVE
• Na suíte master, o mobiliário desenhado pelo escritório rouba a cena. A penteadeira e o móvel de cabeceira em formato oval em tonalidades cinzas e pés híbridos em metal forjado – tendência na decoração – criam uma composição romântica e delicada.
• A iluminação natural é explorada em todos os ambientes, tornando-se uma parte importante do projeto luminotécnico, que conta com diferentes peças para uma composição elegante e funcional, como explica Michel. “Somos defensores da iluminação natural que adentra os cômodos, e com a paleta de cores neutras, o resultado é um projeto com conceito de refúgio sereno”.
• Da lareira onde os moradores pudessem pendurar as meias de Natal aos quartos das filhas, todo o apartamento é permeado por elementos que expressam a afetividade da família. “O prazer de vê-los desfrutando da casa de maneira tão saborosa, verdadeira e leve nos faz realizados e felizes”, revela Michel.

DETALHANDO

O lavabo foi feito em lâmina de madeira natural americana acetinada. O ambiente conta com iluminação difusa e cênica para se ter maior conforto visual durante o uso. Diferentemente dos outros ambientes, o espaço explora uma paleta de cores mais escuras, como na bancada de porcelanato desenhada pelo escritório.

Os quartos das filhas, de 10 e três anos, eram prioridade para os pais. “A filha mais nova ainda não conseguia dormir sozinha, por isso, esse foi um pedido muito especial: desenvolver um projeto para que ela se reconhecesse em um espaço para chamar de seu”, conta Michel. Na suíte da filha mais velha, em rosa chá e azul céu, os painéis frisados emolduram a cabeceira estofada em gominhos de veludo rosê, com uma luminária delicada.

O piano de cauda rouba a cena no living com pé direito duplo, sonoridade e reverberação ideal para curtir um sarau com os amigos. “Sem sombra de dúvidas, o instrumento é um dos elementos centrais desse projeto pensado nos mínimos detalhes”, conta o arquiteto Michel – que, apaixonado por música erudita, realizou um desejo antigo de assinar um projeto com um piano. Ao fundo, a escada revestida em mármore com acabamentos em metal forjado mostram a unidade visual entre os ambientes.

Veja outros ângulos do projeto:

Publicações Relacionadas