Últimas Novidades

04 ago 2020

DECORAÇÃO

Uma adega para chamar de sua
DECORAÇÃO

Uma adega para chamar de sua

De diferentes tamanhos e estéticas, as adegas são conhecidas por conferirem uma atmosfera de relaxamento e conexão aos ambientes. Separamos cinco estilos para você se inspirar e aproveitar no Inverno!

Projeto assinado pelos arquitetos Nadia Tomazelli Muller e Paulo Tabajara de Oliveira (Foto: Claus W./divulgação)

O prazer de tomar um bom vinho é mais do que um ato, mas sim uma experiência, afinal, como diz a expressão em latim “In vino veritas”, no vinho está a verdade. Neste sentido, roubando a cena no décor, as adegas envolvem os rótulos nas condições ideais – fazendo desse um desejo para os amantes de vinhos.

Como protagonista ou coadjuvante na composição de sabores, a bebida é uma das mais antigas e famosas do mundo. Conhecida por envolver e reunir, ela se encaixa em qualquer estação, roubando a cena especialmente quando as temperaturas caem. Dos brancos aos tintos, uvas de diferentes tons, safras, origens e climas revelam uma infinidade de características, fazendo do ato de beber uma experiência sensorial rica – que requer um espaço aconchegante à altura.

Abrigando os rótulos, as adegas podem compor da planta residencial ao décor, a partir de móveis planejados e eletrodomésticos, seja de forma compacta em pequenos ambientes ou projetada de forma exclusiva. Um espaço para desfrutar em tons, notas, aromas e sensações, personalizado para quem é apaixonado por decoração, gastronomia e, é claro, vinho.

Esta adega projetada pelo arquiteto Athos Peruzzolo foi um pedido especial e elementar do cliente para sua cobertura, reunindo 500 rótulos. O maior desafio, segundo ele, foi a parte da engenharia, para que o seu peso fosse suportado e a estrutura entrasse com segurança no último andar do prédio. O resultado foi esta adega moderna monumental. (Foto: Ronald T. Pimentel)

Associado a diferentes ambientes, as adegas variam de acordo com as propostas estéticas, quantidade de garrafas a serem armazenadas e, principalmente, as condições de iluminação, temperatura, umidade e circulação de ar. Para Michel Didjurgeit, responsável pela execução de adegas automatizadas há quase 40 anos, cada estrutura e sua motorização é pensada a partir da solicitação do arquiteto. Um dos fatores principais é a inteligência por trás da escolha dos materiais e o controle da refrigeração, importantes para a preservação dos rótulos.

Adega exclusiva

Esses são ambientes projetados especificamente para essa função, fazendo parte da planta residencial. A vantagem da adega exclusiva é de ser um espaço sem a necessidade de eletricidade, só sendo necessário acomodar as garrafas, se certificando de que a porta esteja fechada.

Para os apaixonados por bons vinhos, ter uma adega em casa é uma excelente opção. Esta, executada pela Didjurgeit, traz um layout clássico e imponente. O ambiente explora as nuances escuras com muita personalidade, apresentando uma estrutura em tons dourados e design diferenciado. Projeto: Arquiteta Roberta Zimmermann

Adega subterrânea

Ambientes ousados e envolventes: assim podemos definir as adegas subterrâneas, que oferecem uma sensação única às pessoas que as frequentam. Um espaço feito para armazenar os rótulos com pouca incidência de luz natural e temperatura fria – entre 10ºC e 16ºC. Charmoso, o local é desejo de muitos sommeliers, afinal, é uma verdadeira relíquia para os apaixonados por vinhos.

Esta adega foi projetada no porão da casa, com duas salas adjacentes para a apreciação de vinhos. As arquitetas Ana Paula Benvenutti e Débora Ioná Carvalho, do escritório In9ve Arquitetura, optaram por revestimentos nas paredes, estruturas metálicas e a iluminação em um conceito clean, já que o destaque do ambiente fica por conta dos diversos rótulos. (Fotos: Ronald. T. Pimentel/divulgação)

Adega rústica

Os tons terrosos e texturas rudimentares, em  referência à natureza, delineiam o estilo rústico da adega. Elementos como tijolos, madeira, ferro e luzes com cores mais quentes estão presentes neste ambiente, a fim de conferir uma sensação aconchegante e calorosa.

Uma adega para amar! Este ambiente, assinado pela arquiteta Suâmi Pedrollo, traz todo o charme e sofisticação que o espaço demanda.

Adega moderna

Emanando elegância e sofisticação, as adegas modernas prezam por uma estética mais clean, neutra e fluida. Materiais como vidro e aço compõem este espaço que tem como toque essencial o projeto luminotécnico. A escolha por formas minimalistas e retas tem como foco destacar os vinhos armazenados.

Por dentro da adega projetada pelo arquiteto Athos Peruzzolo O resultado foi este ambiente marcado pela composição harmônica entre diferentes materiais. O inox abriga os vinhos, enquanto as lâminas de vidro especial para controle das condições ideais junto à câmara de gás argônio. Já a persiana de madeira protege os rótulos da luminosidade – tudo isso com uma iluminação especial e um piso charmoso de rolhas. Foto: Ronald. T. Pimentel/divulgação

Compondo o décor

Usada como um artigo de armazenamento, mas também com um fator estético, a adega pode integrar os ambiente, compondo espaços e facilitando o acesso aos vinhos. Salas de estar e de jantar, que possuem uma atmosfera mais intimista, são os mais escolhidos para desfrutar rótulos e receber o móvel.

Funcional e atemporal, esta cozinha gourmet, que faz parte do projeto Casa Grigio” assinado por Cris Passing e Giovane Marangoni, esbanja elegância em meio ao mobiliário em linhas retas e de cores sóbrias como:  o cinza, azul e verde. A adega da linha sommelier comporta uma diversidades de vinhos – tudo para tornar o espaço ainda mais especial. Foto: Mariana Boro/divulgação

Inspire-se com outros projetos para adegas:

O escritório Arbos Arquitetura compôs esta adega como um local mais intimista e requintado. Executada pela Didjurgeit, conta com uma aura aconchegante e sofisticada, oferecendo as condições ideais para armazenar os rótulos preferidos do morador. O ferro das prateleiras proporciona uma atmosfera muito agradável.
O escritório Arbos Arquitetura compôs esta adega como um local mais intimista e requintado. Executada pela Didjurgeit, conta com uma aura aconchegante e sofisticada, oferecendo as condições ideais para armazenar os rótulos preferidos do morador. O ferro das prateleiras proporciona uma atmosfera muito agradável.
Elegância e funcionalidade são as palavras-chave neste ambiente. A estrutura de madeira no teto, a bancada e a adega, executadas pela Didjurgeit, equilibram-se e proporcionam um aura cativante e sofisticada.
Elegância e funcionalidade são as palavras-chave neste ambiente. A estrutura de madeira no teto, a bancada e a adega, executadas pela Didjurgeit, equilibram-se e proporcionam um aura cativante e sofisticada.
Foto: Mariana Boro/divulgação
Foto: Mariana Boro/divulgação
Um ambiente clássico e sofisticado para encontrar colegas, amigos e familiares. É o que este projeto criado pela arquiteta Carmen Liesenberg proporciona. Com um toque requintado e nobre, a madeira deixa o espaço mais aconchegante e convidativo para a apreciação das bebidas preferidas dos moradores.
Um ambiente clássico e sofisticado para encontrar colegas, amigos e familiares. É o que este projeto criado pela arquiteta Carmen Liesenberg proporciona. Com um toque requintado e nobre, a madeira deixa o espaço mais aconchegante e convidativo para a apreciação das bebidas preferidas dos moradores.

Publicações Relacionadas