Últimas Novidades

04 ago 2021

PROJETOS

PROJETOS

Universo particular por Fernanda de Freitas

Para a segunda moradia dos clientes, Fernanda de Freitas explorou as particularidades dos quatro moradores para enaltecê-las no projeto que mistura diferentes estilos com significado e equilíbrio.

Fragmentos de imagens indistinguíveis são embaralhados. Fora de contexto, os jogadores têm a missão de antecipar-se em um jogo de quebra-cabeças e estudar avidamente cada peça — que, no fim, nascerá um cenário quase sempre inesperado. Para executar um projeto, o arquiteto transforma cada fração em um detalhe primordial do todo. A infraestrutura, a movelaria, a decoração e outros atributos se unem para corresponder àquele tema específico, ou melhor, aquela família.

Foto: Grasi Mohr

Realizado para um casal e dois filhos adultos, a individualidade foi a marca que estampa o apartamento em Chapecó assinado pela arquiteta Fernanda de Freitas. A partir da amizade com os clientes e a identificação deles com o seu trabalho, a sua convocação foi norteada pelo desejo de se ter um verdadeiro lar: com direito ao aconchego de casa, espaços para confraternizações e uma inspiração funcional.

Foto: Grasi Mohr

Como o edifício também estava em fase de construção, as alterações complexas se deram com facilidade e a composição recebeu atenção, experiência e bom gosto para expressar cada identidade. Peça por peça, os 180 metros quadrados foram ganhando vida com um mix de estilos que privilegiou o clássico e o contemporâneo. A linearidade, os pontos em dourado e os adornos na marcenaria em laca se destacam, como na sala de jantar e sua mesa com tampo de vidro, painéis de diferentes profundidades e as tonalidades sofisticadas.

Foto: Grasi Mohr

Em um espaço mais reservado da área social, o escritório é aquele ambiente que vai além de sua função. A arquiteta e os moradores tiveram o desejo de incluir o hobby da família com um mapa-múndi que pode ser usado de diferentes formas. Além de trazer à tona as recordações de viagens, o elemento conta com um vidro para cumprir o papel de lousa ou mesmo para prender fotos dos preciosos momentos. O verde delineia a proposta, integrando-se à estante e ao seu papel de abrigar os livros do proprietário — alguns, aliás, de sua própria autoria.

Foto: Grasi Mohr

Para contribuir com contraste e aconchego, os móveis soltos receberam tons de caramelo e o couro na composição. Para a arquiteta, o ambiente foi um desafio devido ao tamanho de uma das paredes e a otimização necessária. Também há um acervo para expor as peças vindas das aventuras no exterior.

PONTOS-CHAVE:

Foto: Grasi Mohr

• As tijoletas brancas conferem brilho e textura para a parede da cozinha, enquanto a decoração pontual e os componentes metálicos adicionam uma delicadeza convidativa à bancada e às prateleiras. O Dekton foi o revestimento escolhido para boa parte do ambiente, imprimindo refinamento e funcionalidade por meio de sua composição.

• O detalhamento minucioso da marcenaria foi um dos desafios encontrados no projeto já que, segundo Fernanda, “em sua maioria, as peças são em laca e revestem por completo as paredes, sem emendas e sem quaisquer tipos de encaixes visíveis”. Esse aspecto constrói diálogo na área social, além dos toques personalizados que introduzem atemporalidade.

Foto: Grasi Mohr

• O mix de estilos é reacendido na cozinha, ambiente que recebeu adornos na marcenaria que seguem os detalhes clássicos da sala de jantar.

Foto: Grasi Mohr

O mobiliário extremamente planejado torna-se protagonista da suíte master. Nele, painéis e portas se misturam com espelhos e boiseries para criar um pano de fundo que emana conforto, bem-estar e atributos intimistas. A decoração é unida a diferentes texturas de tecidos espalhados pelo quarto, como na cabeceira e nas roupas de cama. Na paleta de cores, o branco, o nude e o cinza entram em cena para a proposta sofisticada, sutil e com uma simplicidade que acolhe.

Foto: Grasi Mohr

Os detalhes pontuais em dourado, tão presentes em outros espaços, não ficam de fora da narrativa — enaltecidos nas luminárias e nos pés das mesas de cabeceira, por exemplo. Cortinas em tecidos nobres contornam a vista de Chapecó, com um mix de cores potentes.

Foto: Grasi Mohr

As suítes dos filhos seguiram a identidade de cada proprietário, com referências e estilos que se adequam a cenários particulares. Masculino e industrial, o ambiente recebeu tijolos brancos, estruturas metálicas bem destacadas e uma cabeceira em couro com suporte suspenso — que desenvolve um contraste arrebatador. A marcenaria e o décor andam juntos para imprimir o estilo urbano, seja pela ampla estante formada por nichos, pela mesa de cabeceira despojada ou pelo abajur com pernas lineares.

Foto: Grasi Mohr

O ambiente é um exemplo de como utilizar tonalidades escuras com excelência, já que a inserção do preto, do grafite e do amadeirado claro transita entre todos os componentes. Um clássico do conceito predominante, os spots são os protagonistas no luminotécnico e são direcionados através de pontos específicos planejados pela arquiteta.

DETALHANDO 

1. Presentes na maioria dos ambientes, detalhes que transmitem a essência da natureza foram distribuídos assertivamente, seja no décor ou com a inserção de plantas. Na área gourmet não foi diferente: Fernanda apostou em um jardim vertical para adicionar vitalidade e frescor ao espaço. A cristaleira e o restante da movelaria seguem a linearidade da proposta, enquanto as poltronas auxiliam no descanso dos moradores.

Foto: Grasi Mohr

2. Alguns ambientes podem ser integrados graças a estratégias arquitetônicas. A área gourmet se conecta à sala de jantar opcionalmente e, esteticamente, possui o mesmo revestimento Dekton da cozinha. Destaque para o pendente articulado, o qual possibilita movimento da peça conforme o uso da bancada.

Foto: Grasi Mohr

3. Como uma das premissas era ter espaços aconchegantes, o projeto recebeu diversos detalhes que combinam tal característica com estilo e refinamento. Em alguns locais, as persianas contrastam com as paredes; em outros, elas combinam.

Foto: Grasi Mohr

4. A inserção do dourado corrobora para uma sala de jantar mais imponente, como mostram os pés das cadeiras, da mesa e o pendente. As cadeiras são enaltecidas pelo conforto e pela beleza ímpar, resultado da fluidez de suas linhas e do design que estimula a permanência.

Foto: Grasi Mohr

5. Juntas, persiana e cortina delimitam a paisagem do quarto masculino e formam uma combinação personalizada, especialmente pela barra da cortina destacada em cor mais escura.

Foto: Grasi Mohr

6. Na suíte feminina, a marcenaria foi estrategicamente otimizada para cumprir com os pedidos da cliente. Com a necessidade de uma cama de casal, a cabeceira percorre a extensão da móvel e encobre parte de uma janela e da parede. O elemento é composto por veludo em rosê e a tonalidade também está na cortina em veludo berga e na poltrona. As texturas na parede são um charme à parte e, junto dos pontos em dourado, auxiliam a construir a atmosfera romântica.

Foto: Grasi Mohr

7. As linhas macias e a estrutura que abraça são as responsáveis pelo conforto da poltrona em tons de laranja, elemento que chama a atenção por conta do contraste único que adiciona à sala de TV.

Foto: Grasi Mohr

Publicações Relacionadas